Qualidades e defeitos de uma pessoa: Experiência de vida e traços de personalidade

Como identificar ou reconhecer nossas qualidades e defeitos e o que nossa experiência ajudou a perpetuar traços de personalidade que nem sempre reconhecemos ou gostaríamos de apresentar.

Faça um teste de psicologia clicando neste link. Clique aqui e faça um teste de personalidade

A superioridade do homem está relacionada com a sua necessidade de prolongados e sucessivos processos de aprendizagem no qual cada função inicialmente ineficaz deve descobrir suas potencialidades diferentes, e estabelecer conexões interfuncionais tão complexas como atuais circunstâncias permitirem, ou como as futuras circunstâncias podem exigir.
Mesmo admitindo que a maturação do sistema nervoso, isto é, a sua preparação para o funcionamento biológico, surgiu de uma forma uniforme, e não em fases ou períodos distintos, seria ainda insuficiente para estabelecer e distinguir os tipos psicológicos e comportamentais tão diferentes em nossa sociedade.

Os Psicólogos, com suas abordagens analíticas e teóricas, devem reconhecer as capacidades de mudanças, seja súbita ou, devido a fatores transitórios ou de mediação, ou ainda de forma mais gradual.

Quase todos os psicólogos falam de estágios, fases ou períodos de desenvolvimento em que vivenciamos experiências que nos fazem únicos enquanto seres subjetivos, com vontades próprias, desejos e aspirações, bem como, com potencial destinado a alcançá-las.

É certo que as denominações mudam de um autor para o próximo, de acordo com concepções individuais de desenvolvimento mental. Na sequência de Piaget, alguns autores afirmam que um único tipo de comportamento é realizado nos vários níveis da vida mental, embora seja adequado e especificamente transformado em cada caso.

Assim, o que aparece como a alternativa entre assimilação e acomodação é dito para ressurgir no plano verbal e intelectual, como a distinção entre a conceitualização e raciocínio.

A concepção resultante dos estágios é, portanto, muito hierárquica: existe uma hierarquia de baixo para cima em termos de desenvolvimento temporal, e uma hierarquia de cima para baixo a partir do ponto de vista especulativo.

Para outros autores a noção de estágio é menos sistemática. A Psicogênese está intimamente ligada aos modos sucessivos de relacionamento com o ambiente, tanto físico e humano.

Esses relacionamentos são baseados sobre os meios disponíveis em cada idade, e irão determinar as fases sucessivas da personalidade.

Na primeira fase, imediatamente após o nascimento, as relações são desorganizadas.

A organização que cada um irá fazer de acordo com suas experiências reais de vida é que irão estabelecer os traços de personalidade com os quais desde criança foi possível enfrentar os conflitos ou sentir-se aniquilados por eles.

O desenvolvimento da personalidade é um tema estudado desde muito tempo e até hoje, as teorias que salpicam na literatura não consegue dar conta dos inúmeros perfis, ao menos, de forma mais completa e complexa como é o ser humano.

 

No responses yet

Como se estabelecem nossas qualidades e defeitos adquiridos ou herdados?

As qualidades e defeitos de uma pessoa são características identificáveis em nossas atuações nas relações com as pessoas

Faça um teste de personalidade e descubra características pessoais. Clique em teste de personalidade

A personalidade de cada um, nossos traços e jeitos de ser no mundo, são características que nos identificam, e que são reconhecidas por nossas atitudes em nossos relacionamentos.

Estas características podem ter sido absorvidas em nossas experiências individuais, podem ter sido herdadas geneticamente ou podem, na verdade, representar mecanismos de adaptação que necessitamos para sobreviver a situações nas quais não podemos realmente demonstrar o que gostaríamos de ser.

Neste sentido limitado a hereditariedade pode ter desempenhado um papel na psicogênese da espécie humana, mesmo assim, não foi capaz, ao menos em tempos históricos, de precipitar qualquer mutação real que provenha desta evolução
No nível individual, nos estudos de psicologia genética a transformação da criança ao adulto sofre diferentes influências que podem perpetuar ou não, tanto na espécie, quanto nas famílias e comunidades envolvidas.

Algumas pessoas se acostumaram à alegação de que existe uma evolução natural e que nos dias de hoje a sobrevivência está na competitividade, na individualidade e na cobiça.

Argumenta-se que as sucessivas formas de comportamento da criança, nomeadamente no que se manifesta em jogo, representa uma repetição das atividades básicas e da competição individualista que se processa atualmente pelo idealismo capitalista.

Mas as analogias invocadas são demasiadas triviais, demasiadamente vaga, por ser tão implausível como era inútil.
Em relação aos fatores ambientais, pode ser uma questão puramente lúdica, em que a função parece descobrir a si mesmo, tente-se para fora, ou simplesmente a prática sem qualquer propósito útil ou necessário em vista dos objetivos nem sempre claros, mas que exigem ganhar a qualquer custo para se mostrar com valor, superior ou amargar um fracasso.

A função de se instituir desde muito cedo as crianças em ambientes estimulantes de competitividade com argumentos de que para sobreviver atualmente é necessário ser forte, capaz, inteligente, superior, faz com que estas cresçam sentindo-se na base, a necessidade de se sobrepor ao outro ou de sucumbir para uma passividade.

Durante o período inicial da infância, a função de estabelecer ligações com uma variedade de atividades, tanto sensorial como motora, é essencial para que a criança desenvolva e encontre seus meios de reconhecer o mundo e de explorar suas capacidades ganhando autonomia.

Tais atitudes devem a sua eficiência ou deficiência a sucessos anteriores ou falhas na formação de associações de base.

Cabe aos pais e educadores lembrar que as primeiras relações infantis servem de base para os futuros relacionamentos, quer seja em relação à aprendizagem que isto proporciona, quer seja na conquista elaborada das capacidades infantis e do desenvolvimento do senso de percepção e de autonomia, dentro de suas limitações, para que aos poucos a criança se perceba suficiente na execução de tarefas paulatinamente mais complexas que lhe permitam encontrar seu espaço no mundo, sua identidade, sem, no entanto, alimentar o sentimento de destruição do outro ou de desafeto.

 

No responses yet

Qualidades e defeitos de uma pessoa: As explicações para qualidades de raciocínio e inteligência pela perpetuação da espécie

Quando se consideram as capacidades de raciocínio do homem, levanta-se uma questão semelhante que precisa de uma resposta semelhante:

Existe uma “mente primitiva” determinado não só pelo ambiente mas também de uma estrutura inata do sistema nervoso?

Aqui, novamente, no entanto, temos contadores de evidência empírica para o argumento da hereditariedade: os casos têm sido citados de crianças nascidas em sociedades primitivas, mas criadas desde os primeiros meses da infância, nas condições da civilização europeia.

As crianças se tornaram educadas com bons resultados a níveis que exigem o uso da lógica mais abstrata.Casos isolados são, indiscutivelmente, a ponto de tornar-se um fenômeno massivo, pois vivemos numa época em que esse tipo de opção em regime intelectual é o acompanhamento generalizado da emancipação política dos povos até então mantidos por diversas formas de opressão a um nível arcaico de civilização.

A condição mais importantes do progresso psíquico em seres humanos parece ser a disponibilidade permanente do aparelho psíquico, ao invés de qualquer herança biológica, com cérebros maiores ou não, de geração em geração que não explicam diferenças.

Isto reflete os saldos funcionais que são favoráveis apenas quando correspondem às tarefas essenciais de um determinado período e que, conseqüentemente, variam de acordo com o tipo de cultura.

As atividades mentais são orientadas de forma diferente e têm uma ordem variável de importância em função dos interesses dominantes da sociedade em questão, e especialmente para os povos cujo estilo de vida é a mais homogênea, ou seja, para as chamadas sociedades primitivas. É, portanto, possível que as aptidões que estavam na primeira posição dominante deu lugar a tempo para outras, como força emocional, acuidade conceitual e reflexão intelectual. Sendo mais valorizados e mais frequentemente utilizados, estes diferentes domínios funcionais são susceptíveis de adquirir uma superioridade pragmática, para caracterizar o tipo representativo de um determinado grupo social, para afetar a seleção social e talvez até mesmo biológica, e para gerar os padrões característicos usado para especificar ” as raças”

 

No responses yet

Qualidades e defeitos de uma pessoa: O uso da linguagem e da expressão para conhecimento entre as pessoas

Qualidades e defeitos de uma pessoa e o uso da linguagem na expressão e na comunicação

Nós não somos inteiramente dependentes da observação do comportamento no ambiente natural, a experimentação também é possível. Ao impor condições artificiais, mas estritamente determinado em cima de uma pessoa, podemos aprender as maneiras pelas quais ele é capaz de reagir.

Às vezes, essas condições podem acarretar problemas que poderiam ser dadas a um ser humano adulto ou criança.

Esta abordagem tem sido adaptada, nomeadamente no estudo dos comportamentos, tanto através de testes destinados a avaliar a inteligência prática, colocando obstáculos à satisfação das necessidades e desejos e experiências com a intenção de confirmar a falta de aptidão para a linguagem.

A linguagem é, de fato, a evolução e o passo essencial biológico que tem permitido ao homem fazer, direcionar, pedir, e informar sobre si e sobre os outros.

Dentro de sua capacidade intelectual e formal estão os centros lingüísticos que fazem o discurso ser possível.

Uma vez que ele pode dar nomes às coisas e às relações entre as coisas, ele é capaz de evocá-los na sua ausência, para combinar as imagens na vontade que ele tem de um deles, para transmitir seu conhecimento, e para receber o conhecimento dos outros.

Embora os indivíduos se distanciam por diversos motivos em uma comunidade, a bagagem cultural que adquiriram resiste e se multiplica, não sem atritos, é claro, e sem retrocessos.

O próprio homem é transformado pelos produtos mentais, técnicos e sociais que a linguagem lhe permitiu criar.

Um dos temas da psicologia genética é a comparação de informações da comunicação verbal e não verbal antes e após o surgimento da linguagem para explicar as capacidades, as qualidades e os defeitos das pessoas.

 

No responses yet

Causas das qualidades e defeitos de uma pessoa: Psicologia Genética e as transformações da psique e da personalidade

As qualidades e defeitos de uma pessoa formam o conjunto de atributos ou de traços característicos da personalidade.

São estes traços de personalidade que identificamos nas relações sociais e nos comportamentos e recursos que as pessoas apresentam diante de diferentes situações.

Faça um teste psicológico ou um teste de personalidade e identifique traços de personalidade

qualidade e defeito de uma pessoa

qualidade e defeito de uma pessoa

Mecanismos de defesa e jeitos de agir de forma mais positiva ou negativa correspondem a processos desenvolvidos pelas experiências vividas ao longo do tempo e que se tornam instrumentos ou armas para enfrentamento dos conflitos sociais.

O campo da psicologia genética é o estudo da formação e transformação da psique. Você pode aplicar ao mundo dos vivos como um todo, para a espécie humana, ou para o ser humano individual. Quando aplicado a todo o mundo vivo, um dos problemas básicos da psicologia genética é descobrir ou definir as origens da vida mental – para aceitar a tese de uma convivência inicial e contínua da vida mental.
O estudo ainda mais detalhado das reações específicas do comportamento humano acabou por colocar as suas origens no nível puramente molecular.

Qual o grau de organização e complexidade estrutural que tem de ser alcançado antes da atividade psíquica se tornar uma possibilidade?

Será que a vida mental têm qualquer qualidade específica que a defina?

É original? Ele é constante e permanente?  Seu desenvolvimento depende do súbito aparecimento de um princípio novo? Ou seria antes o resultado de uma relação de ser organizado para os seus arredores, numa relação que lhe permite enfrentar imutáveis condições ambientais, com uma autonomia e diversidade de meios que requerem a ação de outras forças que não as externas?

Em caso afirmativo, qual é a origem dessas forças específicas do comportamento humano?

A resposta óbvia é que eles são contabilizados pelo nível de organização fisiológica alcançada.

Mas uma vez que acreditamos que esta organização reage inteiramente à moda de um mecanismo bem concebido, é difícil ver como seus efeitos, não importa quão complexa ou marcantes sejam, podem ser descritas como reações psíquicas a estímulos ambientais.

 

No responses yet

Qualidades e defeitos de uma pessoa: A psique e as alterações de comportamento ao longo das experiências de vida

As qualidades e defeitos de cada um pode ser investigada por uma série de fatores que contribuem para os relacionamentos e as conseqüências destas vivências sociais.

Faça um teste de personalidade e descubra características individuais de sua personalidade

qualidade e defeito de uma pessoa

qualidade e defeito de uma pessoa

A psique ou a personalidade desenvolvida em cada pessoa é resultado de fatores biológicos, genéticos, culturais, ambientais e sociais que se inter-relacionam ao longo da vida e das experiências formando um padrão consistente de comportamentos, os quais experimentamos, alteramos e convivemos em grande parte de nossas vidas

A contribuição da psique com o comportamento do organismo é o que lhe permite transcender as limitações do momento imediato, introduzindo novos elementos, incluindo o registro ou vestígios de experiências anteriores.

Assim, a faculdade que detém a experiência tem sido por vezes encarada como o ponto de partida para o desenvolvimento da psique.

No entanto as reações de seu próprio passado é um fenômeno de plasticidade biológica tão comum que não pode ser considerada de natureza psíquica, por si só.

Este fenômeno pode ocorrer em níveis não superiores aos normais de adaptação, comportamento, rotina passiva e capacidade fixa sem potencial intrínseco para o desenvolvimento.

A faculdade mental de memória deve ser uma questão mais complexa, que deve ser capaz de ser enriquecida pelas associações evocativas que dão um maior poder de discriminação em face de situações variadas.
Pode ser que a diferença entre a rotina e a memória é apenas uma diferença de nível, o passo de um nível para o outro pode ser feita pelo mesmo organismo ou espécie, com períodos de sensibilização e inovação alternando com padrões estereotipados e períodos de estagnação.

Pode ser que a mesma estrutura orgânica pode ser fechada ou aberta à influência de estímulos de acordo como ela é regida por um princípio da inércia ou a um princípio de variabilidade.

Complexidade da estrutura psíquica não é a única questão em causa, o tipo de relação a organização ao seu ambiente e como mantém suas reações no nível do mecanismo fisiológico ou como os  transporta  para a psique.

No responses yet

Qualidade e defeito de uma pessoa: a psicogênese e a influência ambiental e hereditária nas características pessoais

As qualidades e defeitos de uma pessoa: afetividade, linguagem, histórico de vida e ambientes favorecedores

Alguns testes de personalidade e testes psicológicos que podem ser feitos online ajudam a conhecer mais sobre suas qualidades e defeitos. Clique em teste de personalidade – clique em testes psicológicos

qualidades e defeitos uma pessoa

qualidades e defeitos uma pessoa

As histórias da cultura e da psicogênese, embora intimamente relacionadas, não são a mesma coisa. Cada indivíduo tem a marca da cultura que rege a sua existência e se impõe a sua atividade. A linguagem que se adquire a partir de moldes, de  seus pensamentos e suas estruturas de compreensão são características individuais que estruturam cada pessoa.

A organização da família e as relações entre as crianças e adultos, entre os sexos, entre o indivíduo e a coletividade, todas estas influências favorecem um jeito de ser afetivamente mais ou menos rígido, pois impõem imperativos e proibições que podem influenciar profundamente a constituição do indivíduo.

A história das culturas se preocupa com os diferentes ambientes em que o indivíduo de cada época e região do mundo teve de se desenvolver.

A Psicologia com o estudo da psicogenética procura mostrar os efeitos desses meios sobre os indivíduos.

Trata-se de uma tarefa difícil, por enquanto os procedimentos dedutivos devem ser evitados e as provas de observação são escassas.
Algumas questões gerais podem ser levantadas, no entanto, as respostas se expoem com base em casos particulares.

Primeiro podemos pensar qual a marca da cultura em seu psiquismo e o quanto este fator pode ser transmitidos por hereditariedade?

Por exemplo, poderia uma criança, cujo ambiente social tenha sido mudado no nascimento reter tendências derivadas da língua falada por seus pais, que nunca tinha ouvido falar, ou tendências que possam interferir com a sua mestria no sucesso da língua de seu meio ambiente e até mesmo levá-lo a apresentar características específicas da língua dos pais adotivos para sua performance no mundo ?

Alguns especialistas linguistas eminentes têm defendido este ponto de vista como uma hipótese razoável.

Contra ele, podemos chamar o fato freqüentemente observado que uma criança de até sete ou oito anos de idade pode esquecer completamente a sua própria língua, primeiro com a maior facilidade, se ele é movido para um novo ambiente lingüístico onde não há nada para lembrá-lo de seu antigo ambiente.

Essa é a plasticidade do sistema nervoso, pelo menos durante os primeiros anos de vida, que, quando as circunstâncias o exigirem, o sistema referencial essencial para a atividade mental pode ser substituído na sua totalidade por uma alternativa.

 

No responses yet

Qualidades e defeitos de uma pessoa: A explicação dos atributos pessoais e as qualidades e defeitos desenvolvidos durante a vida

Para se conhecer sobre os defeitos e qualidades de uma pessoa é necessário que possamos pensar na Psicogênese do homem que está ligada a dois conjuntos de condições

Faça um teste de personalidade e descubra aspectos importantes de suas características

A Psicogênese humana deve ser considerada sobre as condições: a primeira é a condição orgânicos ou genética e a segunda tem a ver com o ambiente, que é a fonte de onde a criança deriva seus motivos para reações e comportamentos.

teste de personalidade

qualidade e defeito de uma pessoa

O recém-nascido é extraordinariamente dependente e sem maturidade, testemunha sua própria insuficiência na sua subsistência, principalmente relacionado às suas capacidades de enfrentamento das tarefas mais básicas da vida, ou seja, não está ainda capacitado para tarefas motoras, perceptivas e capacidades intelectuais.

Embora ele já possua alguns comportamentos básicos e reflexos como sucção, choro e neurônios que indicam fome, sede, frio, etc., a maioria de seus comportamentos são dependentes de um provedor.

Só muito gradualmente decorre seu desenvolvimento e aos poucos ele consegue adquirir habilidades para facilitar e diminuir sua dependência.

Os desenvolvimentos posteriores irão exigir carga neuronal suficiente, bem como estímulos do ambiente favoráveis para que consiga alcançar estágios mais complexos de sobrevivência.

O papel do ambiente entra em jogo com uma importância verdadeira.

Meio Ambiente é a função de complemento indispensável. Sem ele, a função não teria objeto e continuaria a ser um mero potencial ou atrofiaria completamente.

As influência que irá sofrer neste ambiente, quer seja nas primeiras relações paternais e sociais, quer seja no reforçamento de suas iniciativas de agir perante o mundo, farão com que este ser comece a selecionar comportamentos e atitudes que lhe favoreçam suas conquistas.

O tanto que o ambiente lhe proporcionar o desenvolvimento e a manutenção de comportamentos adaptativos (qualidades) ou de comportamentos desadaptativos (defeitos) será fruto desta interação e destas relações primárias em sua vida.

Veja mais sobre como se desenvolve as qualidades e defeitos de uma pessoa, ou seja, como ocorre a formação dos atributos pessoais que implicam na personalidade de uma pessoa.

 

No responses yet

Qualidade e defeito de uma pessoa: Como refletir sobre nossas próprias qualidades e defeitos

Qualidades e defeitos de uma pessoa. As dificuldades em refletir sobre nossas próprias qualidades e defeitos

Uma das tarefas mais difíceis em uma entrevista de emprego é quando a Psicólogo nos pede para escrever e identificar três qualidades e três defeitos de nossa personalidade.

Identifique qualidades e defeitos de uma pessoa com um teste de personalidade. Clique no link teste de personalidade e no link qualidades e defeito de uma pessoa

Encaramos isso com certa dificuldade, uma vez que essa tarefa nos faz deparar com aquilo que pensamos somos nossos próprios defeitos e qualidades, ou seja, como vemos nossos atributos pessoais.

Pensar sobre nossos defeitos e qualidades no dia-a-dia não é assustador e muito menos constrangedor, pois claro que sabemos sobre nossos atributos negativos ou positivos, muito melhor do que ninguém.

Mas, expô-los registrando e escrevendo isso num teste de emprego, é algo bem diferente e provoca a expectativa de “o que tal pessoa vai pensar sobre essa identificação”.

É importante saber que, muito mais do que expor seus defeitos ou qualidades, quando registramos estes atributos, temos a capacidade de refletir sobre eles e encontrar os pontos positivos quando reconhecemos os negativos e os pontos negativos de se4 vangloriar dos positivos.

Ou seja, trabalhar os atributos pessoais é uma tarefa que promove um maior conhecimento e reconhecimento do quanto precisamos ou queremos mudar determinados aspectos de nossa personalidade.

Cabe ainda lembrar, que muitos pontos que eventualmente poderemos considerar como positivos ou negativos, nem sempre são considerados pelo outro da mesma maneira.

Como exemplo os atributos: perfeccionista, passivo, ativo, persistente, líder, etc., podem ter conotações completamente diferentes, dependendo da pessoa que nos avalia, do cargo a que estamos interessados, bem como do contexto social a que estamos inseridos.

Desta forma, mais vale a tarefa de reconhecer e identificar seus pontos positivos ou negativos, do que o resultado que isto vai causar na entrevista ou na opinião do entrevistador.

 

No responses yet

QUALIDADE E DEFEITO DE UMA PESSOA. COMO RECONHECER E IDENTIFICAR OS MOTIVOS E CAUSAS DOS ATRIBUTOS PESSOAIS

As qualidades e defeitos de uma pessoa adulta reflete as relações sociais e de aprendizagem que a criança vivenciou desde criança nas relações paternas e sociais infantis.

Faça um teste de personalidade clique no link = identifique as qualidades e defeitos de uma pessoa

As qualidades e defeitos de uma pessoa se insere no desenvolvimento da personalidade individualista a qual existe um lado a ser considerado e que muitas vezes é olhado de forma negativa ou considerado como defeito nas pessoas.

Durante as fases de desenvolvimento, a criança em busca de autonomia é realmente inclinada a buscar influências que para ela parece ser a conquista da liberdade.

qualidade e defeito de uma pessoa

qualidade e defeito de uma pessoa

Por oposição sistemática é apenas outra forma de sujeição; mostrar  submissão à aprovação da outra pessoa, ou imitação significa sujeição a um modelo externo.

Na realidade, os primeiros esforços da criança para se separar de sua própria dependência só pode torná-la mais consciente de como ela está firmemente ligado a essa influência.

E necessário que aos poucos ela reconheça que seu lugar não pode ser diferenciado, independentemente do seu contexto.

A única consciência de que é capaz é de caráter geral. O ambiente familiar em que está mergulhado desde o nascimento, é imutável; suas relações dentro dela são inevitáveis e fazem parte de sua experiência de vida.

Como ela pode desligar-se dessas relações quando ela pertence à constelação de seus parentes o quanto ela pertence a si mesmo?

Se esta mudança de constelação ocorrer de forma abrupta ou incontrolável, ela poderá sofrer frustrações reais ou imaginárias dentro de si própria e incorrer em qualidades não aceitas pelos outros, como arrogância, egocentrismo, agressividade, impulsividade, etc.

Assim essa criança, desde cedo, vai sofrer com a totalidade do seu ser, incompreendido e rejeitado pela sociedade.

Esta é a era de “complexos” – que pode ter repercussões até mesmo sobre sua vida neuro-vegetativo e com comprometimento não só mental, mas também no desenvolvimento de seu corpo.

Veja ainda sobre identificação e reconhecimento de qualidades e defeitos de uma pessoa classificando seus atributos conforme as características negativas e positivas definidas pela cultura e pela sociedade.

Acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página para maiores informações

 

2 responses so far