Neuroblastoma – Síndrome Paraneoplásica – Doença por Infecção Viral em Crianças

Essa síndrome trata-se de uma doença rara por uma desordem neurológica adquirida em crianças denominada Opsoclonus Mioclonus. É uma doença neurológica que desencadeia uma doença ocular.

doença ocular opsoclonus mioclonus

doença ocular opsoclonus mioclonus

 

 

Trata-se de uma síndrome paraneoplásica adquirida por infecção viral e três ou quatro critérios seguintes devem estar presentes para o diagnóstico: opsoclonus (movimentos oculares rápidos involuntários), ataxia / mioclonus, distúrbios comportamentais e distúrbios do sono e neuroblastoma.

Os Neuroblastomas estão presentes em 80% dos casos.  Os mais eficientes métodos para a detecção deste tumor referem ressonância magnética com gadolínio injeção ou varredura helicoidal centrada na região paravertebral. 

 

O tratamento requer ablação do tumor, uma alta dose de bólus de corticóides e, se os sintomas persistirem, a injeção de imunoglobulinas, a administração de ciclofosfamida ou plasmaferese, ou a utilização de anticorpos monoclonais anti-CD20. 

 

O resultado do neuroblastoma oncológico associados a esta síndrome é geralmente favorável. 

 

No entanto, em algumas crianças, as manifestações comportamentais e cognitivas respondem apenas parcialmente ao tratamento.

Veja mais sobre doenças neoplásicas em crianças, infecções virais e sobre síndrome e doenças raras acessando estas categorias no site ou clicando nos links desta página.

No responses yet

Gripe suína: Como as pessoas podem contrair a gripe suína?

O vírus da gripe suína normalmente não infecta seres humanos, porém de forma esporádica pode ocorrer a infecção de seres humanos e/ou modificações genéticas do vírus da gripe suína podem infectar as pessoas e provocar a transmissão pessoa-pessoa.

 

Gripe suína - transmissão e infecção em pessoas

Gripe suína - transmissão e infecção em pessoas

 

Mais comumente, a infecção do vírus da gripe suína em humanos ocorre em pessoas que tiveram exposição direta aos porcos, como por exemplo, crianças perto de suínos em uma feira ou trabalhadores da indústria suína.

 

Além disso, têm acontecido casos documentados de uma pessoa espalhando a gripe suína para outros.

 

Por exemplo, um surto de gripe suína com aparente infecção em suínos e em pessoas ocorreu em Wisconsin em 1988, resultando em várias infecções humanas.

 
Os sintomas da gripe suína nas pessoas são semelhantes aos sintomas da gripe sazonal humana regular e incluem febre, letargia, falta de apetite e tosse.

 

Algumas pessoas com gripe suína também têm relatado secreção nasal, dor de garganta, náuseas, vômitos e diarréia.

As pessoas podem pegar gripe suína de comer porco?

Não. A gripe suína não é transmitida por alimentos. Você não pode chegar gripe suína por comer carne de porco ou produtos do porco.

 

O vírus da gripe pode ser transmitido diretamente de suínos para as pessoas e de pessoas para pessoas.

 

A infecção humana com o vírus da gripe suína tem mais probabilidade de ocorrer quando as pessoas estão em estreita proximidade com suínos infectados.

 

A infecção homem-a-homem pode ocorrer da mesma forma que ocorre em pessoas com gripe sazonal, que é principalmente de pessoa para pessoa através da tosse ou espirro com pessoas infectadas com o vírus influenza.

 

As pessoas podem ficar infectadas pelo vírus da gripe tocar em objetos, tipo copos, talheres que foram infectados pelo espirro ou pela tosse e em seguida colocar as mãos na boca ou no nariz.

Veja mais sobre gripe suína e sobre infecções virais acessando estas categorias no site ou os links desta página.

 

37 responses so far

Gripe Suína – Como evitar e se proteger da infecção pela gripe suína

Gripe Suína - Infecção pelo vírus influenza tipo A

Gripe Suína - Infecção pelo vírus influenza tipo A

Alguns passos são importantes para se proteger de um possível contágio pela doença infecciosa provocada pelo vírus influenza tipo A que provoca a gripe suína.

Passos diários para proteger a sua saúde e para evitar o contágio e infecção da gripe suína:

• Cubra o nariz e a boca com um lenço quando tossir ou espirrar.
• Jogue o lenço ou o papel utilizado no lixo depois de usá-lo.
• Lave as mãos freqüentemente com sabão e água, especialmente depois de tossir ou espirrar.
• Limpar as mãos à base de álcool é igualmente eficaz.
• Tente evitar o contacto próximo com pessoas doentes.
• Se você ficar doente com a gripe, fique em casa, não vá ao trabalho ou escola e limite o contacto com outras pessoas para manter a infecção longe deles.
• Evite tocar em seus olhos, nariz ou boca, os germes se propagam dessa forma.

O que devo fazer se eu ficar doente?
Se você sentir os seguintes sintomas: febre, dores corpo, secreção nasal, dor de garganta, náuseas ou vômitos ou diarréia, você pode buscar uma avaliação médica e os cuidados de saúde, especialmente se você estiver preocupado que estes sintomas podem ser da gripe suína.

Se você ficar doente e detectar qualquer dos seguintes sinais, procurar tratamento médico de emergência.

Em crianças os sinais de emergência que necessitam de cuidados médicos urgentes incluem:
• Respiração rápida ou dificuldade para respirar
• Cor da pele azulada
• Não basta a criança beber muita água e se hidratar
• Se a criança não está despertando ou interagindo como sempre.
• Febre com uma erupção
• Tosse e sintomas normais de gripe.

Nos adultos, os sinais de emergência que necessitem de cuidados médicos urgentes incluem:
• Dificuldade em respirar ou falta de ar
• Dor ou pressão no peito ou abdômen
• Súbita tontura
• Confusão
• Vômitos intensos ou vômitos persistentes
• Sintomas normais da gripe sazonal

Veja mais sobre gripe suína e os cuidados para evitar acessando a categoria infecções virais ou os links desta página.

4 responses so far

Gripe Suína – O que é, Como se Propaga e Quais os Sintomas da Gripe Suína.

O que é gripe suína?


A gripe suína é uma doença respiratória dos suínos causada por vírus influenza tipo A.

Gripe suína - infecção e contágio da gripe suína em humanos

Gripe suína - infecção e contágio da gripe suína em humanos

 

 

 

 

 

Os focos de gripe suína acontecem regularmente em suínos e as pessoas normalmente não são infectadas pela gripe suína, mas infecções humanas podem acontecer como é o que estamos vendo neste momento no México e em outros países.

 

Mais comumente, os casos humanos de gripe suína acontecem em pessoas que lidam com os suínos, mas é possível para o vírus da gripe suína acontecer a propagação de pessoa para pessoa.

Este vírus da gripe suína é contagioso?


Este vírus é contagioso e se propaga a partir de humano para humano. No entanto, neste momento, ainda não se sabe como o vírus se espalha facilmente entre as pessoas.

Quais são os sinais e sintomas de gripe suína nas pessoas?

 
Os sintomas da gripe suína nas pessoas são semelhantes aos sintomas da gripe humana regular e incluem febre, tosse, dor de garganta, dores corpo, dor de cabeça, calafrios e fadiga.

 

Algumas pessoas têm relatado diarréia e vômitos associados com a gripe suína.

 

No passado, a doença grave incluía a pneumonia e insuficiência respiratória e as mortes foram relatadas pela gravidade da infecção da gripe suína nas pessoas.

 

Como uma gripe sazonal a gripe suína pode provocar um agravamento das condições médicas subjacentes crônicas.

É grave a infecção pela gripe suína?

 
Como se trata de uma gripe sazonal a gripe suína em seres humanos pode variar de grau leve a grave.

 


Como você se infecta ou contrai a gripe suína?

O alastramento da gripe suína pode ocorrer de duas formas:

Através do contato com suínos infectados ou ambientes contaminados com vírus da gripe suína.


Através do contacto com uma pessoa que está infectada pela gripe suína.

 

A propagação homem para homem da gripe suína tem sido documentada e também é pensado que possa ocorrer da mesma forma que a gripe sazonal.

 

A gripe suína pode se espalhar principalmente de pessoa para pessoa através da tosse ou espirro das pessoas infectadas.


Existem medicamentos para tratar a gripe suína?

 

Você deve procurar ajuda médica que poderá receitar remédios antivirais que tratam de gripes e de infecções. Não deve ser administrado remédio por conta própria para evitar encobrir sintomas e prejudicar ainda mais o quadro clínico.


Quanto tempo uma pessoa infectada pode espalhar a gripe suína para outros?


As pessoas com a infecção pelo vírus influenza suína devem ser considerados potencialmente contagiosas, desde que os sejam sintomáticos e é possível que a transmissão ocorra em até 7 dias após o aparecimento doença.

 

Especialmente as crianças podem ser potencialmente contagiosas durante períodos mais longos.

O que posso fazer para me proteger de adoecer?


Não existe vacina disponível agora para proteger contra a gripe suína.

Existem ações cotidianas que podem ajudar a prevenir a propagação de germes que causam doenças respiratórias como a gripe.

 

Veja mais sobre gripe suína e precauções para evitar a gripe suína acessando a categoria infecções virais ou ainda os links desta página.

 

76 responses so far

Doenças por Vírus – Arboviroses – Dengue – Gripe Suína – Febre Amarela – Encefalite – Infecções por Arbovirus

Infecção por Virus Gripe Suína

Infecção por Virus Gripe Suína

As arboviroses são um grupo heterogêneo de vírus transmitidos por artrópodes hematófaros.

Estas viroses pertencem ao grupo de famílias como: Togaviridae (encefalite eqüina), Flaviviridae (dengue, febre amarela, encefalite Saint Louis), Bunyaviridae (Encefalite Califórnia, febre hemorrágica Bunyavirale).

Estes vírus são transmitidos por carrapatos, mosquitos e outros insetos, ou ainda outras infecções virais como vírus da gripe aviária transmitidas pelo frango, e o vírus da gripe suína transmitido pelo porco. Já as infecções por arboviroses predominam em países tropicais.

As manifestações clínicas das pessoas infectadas por vírus como também na gripe suína são encefalite, febre e hemorragia.

O vírus fica encubado por um período de 7 a 10 dias e normalmente só o que a pessoa apresenta é uma pequena dor de cabeça e febre, o que confunde os sintomas com outras doenças virais como a gripe, por exemplo.

Após o período de incubação a manifestação é brutal, com febre alta, cefaléia, dores e mal estar geral que duram 2 ou 3 dias.

Os sintomas podem variar e serem mais graves dependendo da infecção viral identificada.

A dengue clássica e as síndromes afins são caracterizadas por erupção cutânea com máculas, poliadenopatia e menor sangramento.

Já a Dengue hemorrágica é complicada por hemorragia e uma significativa taxa de mortalidade que varia de 10 a 20%.

A encefalite pode ser leve, sem complicações com meningite ou severa.

As arboviroses que causam encefalite foram classificadas em 4 grupos: Encefalite americana ou encefalite eqüina, encefalite japonesa, encefalite causada por carrapatos e encefalite Califórnia.

No caso da febre amarela, esta é devido ao amaril vírus e progride em 2 fases: uma fase vermelha congestiva com eritema difuso e hiperemia da conjuntiva, seguido da fase amarela provocada por insuficiência hepatocelular, cuja mortalidade é alta.

Veja mais sobre doenças virais e sobre síndrome e doenças raras acessando estas categorias no site ou os links desta página.

One response so far