Gripe Suína em Santa Catarina: Com os novos casos fatais registrados o Estado de Santa Catarina tem o total de 69 mortos por gripe suína.

No Estado de Santa Catarina com os últimos dados do boletim divulgado neste final de semana, o Estado registra um total de 69 mortes por gripe suína.

Veja sobre os riscos da gripe suína na gravidez

Veja sobre riscos da gripe suína na gestação

Veja consequencias da gripe suína na gravidez

Veja como se proteger da gripe suína na gravidez

Veja formas de contágio da gripe suína

Veja como se pega a gripe suína

Veja características da gripe Tipo A

Veja consequencias da gripe suína

Veja as diferenças da gripe A e da gripe normal

Na última sexta feira foram confirmadas mais 17 mortes por gripe suína em Santa Catarina.

Em todo o Brasil o número de casos fatais da gripe suína já atinge 899 óbitos. Cabe ainda informar que este total pode ainda ser maior, já que nem todas as Secretarias de Saúde de todos os Estados confirmaram seus dados.

Em Santa Catarina o total de casos confirmados de gripe suína atinge 559 casos de contágio.

Veja mais sobre mortes por gripe suína, gripe suína no Brasil, gripe suína em Santa Catarina, mortes por gripe suína em Santa Catarina, gripe suína em Blumenau, gripe suína em Florianópolis, gripe suína em Brusque, gripe suína em Joinvile, gripe suína no Paraná, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

No responses yet

Gripe suína em Minas Gerais: Total e 45 mortes por gripe suína em Minas Gerais já foram confirmadas.

Em Minas Gerais o total de casos fatais por gripe suína atinge 45 óbitos.

Veja sobre os riscos da gripe suína na gravidez

Veja sobre riscos da gripe suína na gestação

Veja consequencias da gripe suína na gravidez

Veja como se proteger da gripe suína na gravidez

Veja formas de contágio da gripe suína

Veja como se pega a gripe suína

Veja características da gripe Tipo A

Veja consequencias da gripe suína

Veja as diferenças da gripe A e da gripe normal

A Secretaria da Saúde do Estado de Minas Gerais confirma o total de mortes por gripe suína com o último boletim divulgado nesta sexta feira.

De acordo com dados do Ministério da Saúde divulgados na quarta-feira, 657 pessoas morreram infectadas pela gripe suína no País.

O Brasil, segundo os dados da Organização Mundial da Saúde, é o país com maior número de casos fatais da doença.

Quatro das mortes foram registradas em Pernambuco e São Paulo, mas, de acordo com critério estabelecido pelo Ministério da Saúde, entram nos números do Estado de Minas Gerais. É considerado não o local do óbito, mas sim o Estado de residência da vítima.

O Estado ainda investiga se mais 85 mortes foram causadas pela gripe suína. Outras 28 foram descartadas.

Veja mais sobre mortes por gripe suína em Minas Gerais, gripe suína em Minas Gerais, gripe suína em Belo Horizonte, gripe suína no Brasil, gripe suína em São Paulo, gripe suína em Santa Catarina, gripe suína no Rio Grande do Sul, gripe suína no Paraná, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

No responses yet

Gripe suína em Curitiba: Já são mais de 3500 casos de gripe suína confirmados em Curitiba e região.

No Estado do Paraná já são 220 mortes por gripe suína computadas. O total de casos confirmados de gripe suína soma 8236 casos.

Veja sobre os riscos da gripe suína na gravidez

Veja sobre riscos da gripe suína na gestação

Veja consequencias da gripe suína na gravidez

Veja como se proteger da gripe suína na gravidez

Veja formas de contágio da gripe suína

Veja como se pega a gripe suína

Veja características da gripe Tipo A

Veja consequencias da gripe suína

Veja as diferenças da gripe A e da gripe normal

Curitiba e região computam um total de 3505 casos confirmados de gripe suína. Em segundo lugar em número de infectados está o município de Cascavel com 623 casos e Cornélio Procópio com 613 casos da doença.

Outros municípios com mais casos confirmados de gripe suína são Jacarezinho, Foz do Iguaçu, Maringá e Toledo.

A região com maior número de mortes devido à gripe suína é Curitiba com 75 casos fatais da doença seguida de Cascavel com 20 mortes e Foz do Iguaçu com 18 mortes.

Veja mais sobre a gripe suína no Paraná, gripe suína em Cascavel, gripe suína em Maringá, gripe suína em Curitiba, gripe suína em Cornélio Procópio, gripe suína em Francisco Beltrão, gripe suína em Jacarezinho, gripe suína em Toledo, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

No responses yet

Gripe Suína no Rio Grande do Sul: Mais 21 mortes confirmadas no Estado elevam o total de óbitos por gripe suína em 151 casos.

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul confirmou nesta terça-feira mais 21 mortes em decorrência do vírus da gripe suína no Estado.

Veja sobre preço do remédio Tamiflu

Veja sobre preço do remédio Relenza

Veja sobre efeitos colaterais do Tamiflu

Veja sobre sintomas da gripe suína

Veja como se pega a gripe suína

Veja diferenças da gripe normal e gripe suína

Veja sobre os riscos da gripe suína na gravidez

Veja sobre riscos da gripe suína na gestação

Veja consequencias da gripe suína na gravidez

Os pacientes apresentaram os primeiros sintomas da doença em julho, mês que registrou o auge da crise.

O total de mortes confirmados em todo o Estado até a presente data é de 151 mortes pelo vírus da gripe suína.

Segundo a secretaria, entre as vítimas, estavam duas gestantes. A primeira delas é uma mulher de 33 anos do município de Uruguaiana que teria apresentado os primeiros sintomas da doença no dia 20 de julho e acabou morrendo no dia 4 de agosto.

O segundo caso apontado pela secretaria é de uma mulher de 34 anos, também de Uruguaiana, que teria apresentado os primeiros sintomas da gripe no dia 14 de julho. A gestante morreu no dia 2 de agosto.

De acordo com dados do Ministério da Saúde divulgados na quarta-feira, 657 pessoas morreram infectadas pela gripe suína no País. O Brasil, segundo os dados da Organização Mundial da Saúde, é o país com maior número de casos fatais da doença.

Veja mais sobre gripe suína no Rio Grande do Sul, gripe suína em Uruguaiana, gripe suína em Gestantes, gripe suína em Pelotas, gripe suína em Porto Alegre, gripe suína em Santa Maria, gripe suína em Caxias do Sul, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

No responses yet

Gripe Suína em Santa Catarina: Total de 52 mortes por gripe suína em Santa Catarina.

A Secretaria de Saúde de Santa Catarina confirmou, nesta sexta-feira, mais quatro mortes por gripe suína em Santa Catarina.

Veja sobre os riscos da gripe suína na gravidez

Veja sobre riscos da gripe suína na gestação

Veja consequencias da gripe suína na gravidez

Veja como se proteger da gripe suína na gravidez

Veja formas de contágio da gripe suína

Veja como se pega a gripe suína

Veja sobre preço do remédio Tamiflu

Com o anúncio, sobe para 52 o número de vítimas fatais em conseqüência da gripe suína no Estado.

Segundo a secretaria, todas as mortes confirmadas foram de pacientes que apresentavam outras doenças.

Até o momento, foram confirmados 456 casos de gripe suína no Estado e descartados 567.

Permanecem internados, com doenças respiratórias agudas, 320 pacientes.

Destes, estão em clínicas e enfermarias 240 pacientes e 15 gestantes. Já em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) estão internados 62 pacientes e três gestantes.

Os casos fatais confirmados nesta sexta foram:

- Moradora de Itapema, 26 anos. Morreu no dia 16 de agosto no Hospital Santa Inês, em Balneário Camburiú. Ela estava grávida.

Moradora de São Ludgero, 73 anos. Morreu no dia 21 de agosto no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão. Tinha cardiopatia crônica, imunodepressão e doença metabólica crônica. Segundo a secretaria, as causas do óbito foram: disfunção múltiplos órgãos, choque séptico, pneumonia, diabete e leucemia.

Moradora de São Bento do Sul, 88 anos. Morreu no Hospital e Maternidade Sagrada Família no dia 5 de setembro. Apresentou cardiopatia crônica e pneumopatia crônica.

Moradora de Três Barras, 51 anos. Morreu no Hospital São Vicente de Paulo, em Mafra, nesta sexta-feira. Apresentou pneumopatia crônica e era fumante.

Veja mais sobre a gripe suína em Tubarão, gripe suína em São Bento do Sul, gripe suína em Três Barras, gripe suína em Itapema, gripe suína em São Ludgero, gripe suína em Camburiú, gripe suína em Santa Catarina, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

No responses yet

Gripe Suína: OMS afirma que em todo o mundo 40% das mortes por gripe suína são jovens adultos que não tinham problemas anteriores

Segundo Margaret Chan, diretora da OMS, 60% das mortes por gripe suína em todo o mundo, de acordo com as investigações e afirmações dos órgãos de saúde, são de pessoas que tinham problemas anteriores e que tiveram complicações devido à gripe suína.

Veja tudo sobre a gripe suína

Veja gripe suína no Paraná

Veja sobre gripe suína no Rio de Janeiro

Veja sobre a gripe suína em Santa Catarina

Veja sobre gripe suína no Rio Grande do Sul

Veja sobre gripe suína em São Paulo

Desta forma, afirma-se que 40% das mortes são de pessoas que foram infectadas e que não apresentavam outras doenças, ou seja, adultos sadios que tiveram complicações devido à gripe suína e que morreram em um período de cinco a sete dias após contraírem a doença.

Segundo a diretora “Este vírus viaja em uma velocidade incrível, inédita. Em seis semanas, percorreu a mesma distância que outros vírus em seis meses”.

O vírus A (H1N1), a primeira pandemia do século XXI, provocou a morte de pelo menos 2,185 mil pessoas no mundo e pelo menos 209,438 mil pessoas já foram infectadas.

A diretora da OMS considerou também que “até 30% dos habitantes de países com uma forte densidade de população correm o risco de se infectar”, e alertou aos Estados que devem “se preparar para o pior e esperar o melhor”, já que as pandemias gripais são “altamente imprevisíveis”.

Veja mais sobre a gripe suína, nova onda da gripe suína, gripe suína mais severa, gripe suína mais forte, nova contaminação da gripe suína, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

No responses yet

Gripe Suína: Possibilidade de nova onda de gripe suína pode ocorrer.

A diretora da OMS (Organização Mundial da Saúde), Margaret Chan, pediu nesta sexta-feira à comunidade internacional que se prepare para uma provável segunda onda da gripe suína, denominada oficialmente gripe A H1N1.

Veja sobre preço do remédio Tamiflu

Veja sobre preço do remédio Relenza

Veja sobre efeitos colaterais do Tamiflu

Veja sobre sintomas da gripe suína

Veja como se pega a gripe suína

Veja diferenças da gripe normal e gripe suína

Chan destacou ainda que os governos devem se preparar para o fornecimento de vacinas como forma de conter e prevenir a gripe suína.

“Não podemos dizer que o pior já passou ou está a ponto de passar”, declarou Chan, em uma mensagem de vídeo gravada e exibida na abertura de um congresso em Pequim sobre a gripe na região Ásia Pacífico.

“Devemos nos preparar para qualquer surpresa que nos reserve este novo vírus. Uma mutação constante e imprevisível, pois é o mecanismo de sobrevivência do mundo microbiano”, completou.

“Também devemos nos preparar para uma segunda, e inclusive uma terceira, onda como aconteceu em pandemias anteriores”.

A diretora da OMS afirmou que é preciso enfrentar sem rodeios o fornecimento de vacinas.

Mais de 20 empresas farmacêuticas no mundo inteiro se preparam para produzir vacinas seguras e eficazes, mas muitos criticam o adiantamento dos testes para que a vacinação possa começar antes do inverno no hemisfério norte.

“Precisamos obter opiniões sobre grupos prioritários para uma proteção inicial”, disse. “É uma das decisões mais difíceis que os governos terão que tomar, sobretudo porque o fornecimento será extremamente limitado durante vários meses”.

O vírus A (H1N1) da gripe suína já matou 1.799 pessoas em todo o mundo, a maioria no continente americano, segundo os dados mais recentes da OMS.

A organização declarou a primeira pandemia de gripe do século 21 no dia 11 de junho. O alerta, contudo, diz respeito à velocidade de propagação da doença e não à sua letalidade. No total, 170 países confirmaram casos.

Fonte: UOL

Veja mais sobre gripe suína, nova onda da gripe suína, vacina para gripe suína, remédio para gripe suína, como evitar a gripe suína, sintomas da gripe suína, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

No responses yet

Gripe suína em Campinas: Décima primeira morte por gripe suína na cidade de Campinas foi confirmada hoje

A Secretaria Municipal de Saúde de Campinas confirmou nesta quinta-feira mais uma morte por gripe suína.

Veja sobre os riscos da gripe suína na gravidez

Veja sobre riscos da gripe suína na gestação

Veja consequencias da gripe suína na gravidez

Veja como se proteger da gripe suína na gravidez

Veja formas de contágio da gripe suína

Veja como se pega a gripe suína

Veja sobre preço do remédio Tamiflu

Veja sobre preço do remédio Relenza

Veja sobre efeitos colaterais do Tamiflu

Com isso, sobe para 11 o número de óbitos causados pela gripe suína na cidade elevando para 405 o total de casos fatais no Brasil.

A morte por gripe suína em Campinas foi de um homem na faixa etária de 20 a 30 anos, que estava internado desde o dia 3 de agosto em um hospital da rede pública de saúde de Campinas e morreu nesta quinta-feira à tarde.

O paciente tinha sido confirmado com gripe suína desde o dia 10 de agosto e não estava incluso no grupo de risco.

O total de casos confirmados em Campinas por gripe suína é de 160 casos sendo 11 gestantes. De acordo com o órgão, o perfil da doença em Campinas tem mostrado que os mais acometidos são adolescentes e adultos jovens.

No total, o País tem 405 mortes confirmadas, em São Paulo (134), Paraná (119), Rio Grande do Sul (84), Rio de Janeiro (43), Santa Catarina (10), Minas Gerais (6) Paraíba (2), Amazonas (1), Mato Grosso do Sul (1), Bahia (1), Distrito Federal (1), Pernambuco (1), Rondônia (1) e Pará (1).

Veja mais sobre gripe suína em Campinas, gripe suína em Valinhos, gripe suína em Limeira, gripe suína em Sumaré, gripe suína em Indaiatuba, gripe supina em Mogi Mirim, gripe suína em Mogi Guaçu, gripe suína em Araraquara, gripe suína na região de Campinas, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

No responses yet

Gripe Suína no Rio de Janeiro: Mais quatro mortes por gripe suína no Rio de Janeiro elevam o total de mortos por gripe A no Brasil a 384 casos.

No Estado do Rio de Janeiro a Secretaria Estadual de Saúde confirmou nesta terça-feira mais duas mortes por gripe suína.

Veja sobre preço do remédio Tamiflu

Veja sobre preço do remédio Relenza

Veja sobre efeitos colaterais do Tamiflu

Veja sobre sintomas da gripe suína

Veja como se pega a gripe suína

Veja diferenças da gripe normal e gripe suína

Com isso, o número de óbitos no Estado sobe para 43 e, no País, para 384.

As vitimas foram: um homem de 27 anos, uma menina de um ano, uma menina de seis meses e um homem de 44 anos.

Mais cedo, o Ministério da Saúde informou que, de 25 de abril a 15 de agosto, foram registrados 20.820 casos graves no País, o que caracteriza uma diminuição no número absoluto de casos graves pelo novo vírus.

Os outros casos fatais de gripe suína no Brasil foram registrados em São Paulo (134), Paraná (107), Rio Grande do Sul, Santa Catarina (9), Minas Gerais (5), Paraíba (2), Mato Grosso do Sul (1), Bahia (1), Distrito Federal (1), Pernambuco (1), Rondônia (1) e Pará (1).

Veja mais sobre a gripe suína no Brasil, mortes por gripe suína, gripe suína no Rio de Janeiro, gripe suína em São Paulo, gripe suína em Santa Catarina, gripe suína no Paraná, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

No responses yet

Gripe Suína no Paraná: Com mais 28 novos casos de morte por gripe suína no Paraná, Brasil tem 371 óbitos pela doença

A Secretaria de Saúde do Paraná informou, nesta segunda-feira, que a gripe suína já matou 107 pessoas no Estado. O Paraná registrava até sexta-feira 79 óbitos pelo vírus H1N1. Com essas confirmações, o número de casos fatais no Brasil passa para 371.

Veja sobre preço do remédio Tamiflu

Veja sobre preço do remédio Relenza

Veja sobre efeitos colaterais do Tamiflu

Veja sobre sintomas da gripe suína

Veja como se pega a gripe suína

Curitiba registra o maior número de mortes pela doença, com 55 vítimas de 1.031 casos. No Estado, são 1.833 pacientes com diagnóstico confirmado para o vírus H1N1.

Nesta segunda-feira, o Pará registrou a primeira morte em consequência da gripe suína. A vítima foi uma enfermeira de 42 anos. Ela teria sido infectada ao entrar em contato com um paciente contaminado. Também hoje, cerca de 13 milhões de estudantes voltaram às aulas em São Paulo, no Rio de Janeiro, no Paraná, no Rio Grande do Sul e no Distrito Federal.

Os outros casos fatais do País foram registrados em São Paulo (134), Rio Grande do Sul (70), Rio de Janeiro (39), Santa Catarina (9), Minas Gerais (5), Paraíba (2), Bahia (1), Distrito Federal (1), Pernambuco (1), Rondônia (1) e Pará (1).

Veja mais sobre mortes por gripe suína, formas de contágio da gripe suína, sintomas da gripe suína, como evitar a gripe suína, gripe suína no Paraná, gripe suína em Curitiba, gripe suína no Rio Grande do Sul, acesse estas categorias no site ou clique nos links desta página.

No responses yet

Older posts »